São Paulo, 12 de abril de 2017

Os 100 dias são apenas o começo

Prefeito João Doria incomoda opositores pelo mesmo motivo que gera tanta simpatia na população: faz um ótimo trabalho

O prefeito João Doria completou 100 dias de mandato incomodando os opositores e com aprovação recorde da população – conforme apontado em pesquisa Datafolha – pelo mesmo motivo: o ótimo trabalho que tem feito à frente da administração municipal.

Nas ruas, seja em ações do programa Cidade Linda, nas visitas surpresa em escolas ou em qualquer outra agenda de sua rotina, o prefeito está em constante contato com os munícipes pronto para ouvir demandas e, felizmente, receber uma boa resposta das investidas de sua gestão.

Após passar quatro anos com um prefeito encastelado e que sempre preferiu se proteger das (muitas) críticas em seu gabinete, o morador de São Paulo sabe o que é ter sua voz ouvida novamente. Uma das provas foi a iniciativa da gestão tucana em abrir seu programa de metas para sugestões e posicionamentos do público, a fim de torná-lo mais adequado às necessidades de quem vive e trabalha aqui.

Aos que acusam Doria de ‘marqueteiro’, falta-lhes humildade, sobretudo em reconhecer que o apoio recebido de empresas só tem feito bem à cidade. Mais: nenhuma marca correria o risco de ver seu nome publicamente ligado a um projeto público que não fosse realmente sério. Também mostra que todas elas acreditam como é possível tornar São Paulo um lugar melhor, agindo efetivamente, tal qual faz o cidadão que copia e propaga em sua comunidade as iniciativas de zeladoria apresentadas pelo prefeito.

Ao olhar nos olhos dos munícipes e propor para seu governo metas factíveis e já em andamento (diferente de arcos e pontes que não saíram do 3D das propagandas eleitorais do PT), o PSDB não busca a ilusão, mas a solução.

Como era de esperar, os contra-ataques já começaram, baseados em factoides e distorções da verdade – as mais clássicas ‘estratégias’ petistas. Mas o povo não se permite enganar. Prefere a clareza. E nesse ponto, Doria nada de braçada.

Tags: , ,

[manual_related_posts]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *